Crónica #4 | Dia dos namorados

 A história não é de agora, não começou à pouco tempo. É quase impossível de contar os dias, por eles são muitos, são demasiados para contar.
 Deviam ser uns miúdos ainda, que bem à pouco tempo ainda brincavam às Barbies e com o Ken. O momento não era o certo, mas aconteceu ..
 A rapariga "amava" outro rapaz, e não aquele. As coisas com o outro rapaz estavam a correr bem, até que o outro entrou na vida dela, como se costuma dizer, sem avisar. 
 O tal outro rapaz, não era o outro, mas sim o principal desta história a dois. A altura não era a melhor para começar um amor a dois, mas tudo se foi passando, até hoje.
 Essa rapariga em tempos fui eu, a pequena rapariga que aprendeu a palavra amar aos 13 anos e que até hoje sabe o seu significado.
 Hoje aos 19 anos, sei que fiz as escolhas certas e que aprendi correctamente o significado do amor.

 O primeiro amor pode ser complicado, mas para mim foi simplesmente mágico e especial ... ainda hoje o é.

Já lá vão quase seis anos ao teu lado ...

1 comentário:

  1. Tão lindo, felicidades! :)

    xoxo Irina,
    http://irinapires.blogspot.pt/

    ResponderEliminar